SELEÇÃO PDSE 2016

Resultado final (ordem de classificação)

1º. Luiza Moraes

2º. Gabriel Martins da Rosa

3º. Taiana Denardi Souza

4º. Michele Silveira Coelho

5º. Juliana Machado Latorres


Processo Seletivo PDSE - Edital PGGECA - Seleção Interna

PROGRAMA DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR 

PPG - ENGENHARIA E CIÊNCIA DE ALIMENTOS

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciência de Alimentos torna público o Edital de seleção de candidaturas para o Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior.

O Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior – PDSE – objetiva oferecer bolsas de estágio em pesquisa de doutorado no exterior de forma a complementar os esforços despendidos, pelos programas de pós – graduação no Brasil, na formação de recursos humanos de alto nível para inserção nos meios acadêmico, de ensino e de pesquisa no país.

Na modalidade de doutorado sanduíche no exterior, alunos regularmente matriculados em cursos de doutorado no Brasil realizam parte do curso em instituição no exterior, retornando e devendo permanecer no Brasil para a integralização de créditos e defesa de tese.

Para participar, o(a) aluno(a) deve ler atentamente o edital da CAPES, de acordo com o link abaixo e realizar a sua inscrição na secretaria do PPGECA:

http://www.capes.gov.br/images/stories/download/editais/12072016-edital-n-19-PDSE.pdf e retificação
http://www.capes.gov.br/images/stories/download/editais/25072016-alteracao-edital-19-2016-PDSE.pdf

Público alvo: alunos de doutorado do PPGECA ingressantes em 2014.

Período de inscrição: de 22 a 26 de agosto de 2016

Período de seleção: de 29/8 a 2/9 Seleção pela Comissão do Programa.

Período para complementação de documentação: de 5 a 9/9 - complementação de documentação conforme o Edital/CAPES.

Em 12/09/2106 - encaminhamento à Pro - Reitoria dos nomes dos discentes selecionados e documentação completa.

Horário funcionamento da secretaria:
Manhã: 08h00 - 12h00
Tarde: 13h30 - 17h30

Documentos necessários para a seleção interna no PPGECA:

1) Currículo Lattes atualizado;

2) Plano de estudos, em português, com, no máximo, 15 páginas, com cronograma do plano de atividades, incluindo a infra-estrutura experimental ou laboratorial específica. Deve seguir as normas da ABNT e conter, obrigatoriamente, os itens abaixo:

a) título;
b) introdução e justificativa, apresentando a atualidade e relevância do tema;
c) objetivos, com definição e delimitação clara do objeto de estudo;
d) metodologia a ser empregada;
e) cronograma das atividades;
f) referências bibliográficas;
g) a contribuição do plano de estudos para a promoção do ensino, formação e aprendizagem;
h) o potencial para o aumento da rede de pesquisa e educação, com novas técnicas e parcerias, além de ampla divulgação dos resultados;
i) a relevância para o desenvolvimento econômico e de bem estar social do Brasil no médio e longo prazos, quando o caso;
j) se o plano de estudos prevê/atende às normativas éticas nacionais e internacionais, quando relevante.